Exames e tratamentos adiados: a importância do diagnóstico precoce para câncer de mama.

Mesmo os pacientes que são contratantes de um plano de saúde particular costumam enfrentar alguns obstáculos no momento de realizar consultas e procedimentos. Isso se deve ao grande fluxo de beneficiários e processos administrativos que podem levar a atrasos não programados.

Nos casos de pacientes que apresentem sintomas de câncer de mama, o diagnóstico deve ser apresentado o mais cedo possível, pois nos estágios iniciais, o tratamento fica mais descomplicado e também possui maior chance de recuperação.

Reflexos da pandemia

De acordo com a SBM (Sociedade Brasileira de Mastologia) aponta que nas unidades hospitalares voltadas a tratamentos e cirurgias oncológicas, houve queda de 75% nestes procedimentos na comparação entre abril e maio de 2020 e 2019.

Entretanto, o DataSus mostra que já essa redução no nível de procedimentos ocorre desde o começo do ano de 2020. Em comparação, foram realizadas 10.918 a menos do que no mesmo período de 2019.

O Tribunal de Contas da União revelou em uma auditoria que mesmo anteriormente à pandemia do novo coronavírus, já havia uma fila para atendimento e diagnóstico de câncer no Sistema Único de Saúde, uma espera de até 200 dias.

Alerta à saúde

Médicos e especialistas alertam para os perigos de se adiar o diagnóstico e consequentemente, o tratamento do câncer de mama. Em estágios avançados, o tratamento tende a ser mais agressivo, por isso, é necessário estar atenta (o) aos sinais da doença.

Para pacientes do SUS, há uma lei complementar, chamada de Lei dos 30 dias, em vigor desde o início da pandemia, que determina o atendimento completo (exames, consultas e acompanhamento) para diagnóstico do câncer em até 30 dias.

Já para beneficiários de planos particulares, vale ressaltar que, de acordo com a ANS, o plano é obrigado a cobrir exames como a mamografia, ou disponibilizá-lo ao paciente na localidade mais próxima, se não houver possibilidade de realizar-se na rede prestadora de serviços.

Em caso de dúvidas, entre em contato com um especialista em direito da saúde e conheça seus direitos. O escritório Sinhorini Advogados está à disposição!

Fonte: G1.

Posts Relacionados

Fechar Menu

Fale Conosco

Fale pelo Telefone

(19) 3231 5650

Fale pelo Whatsapp

(11) 9 4900 9364